.Portfólio...

. VENHA CÁ...!

. EXPERIÊNCIAS...

. PASSADO? NÃO...! PRESENTE...

. GATA PERDIDA NA EXPO

. NOVIDAAAAAAAAAAADES!

. FANTÁSTICO!

. WORLD CHILDREN

. FEEL THE DAY, BE OK!

. AUMENTO DA NATALIDADE...

. CROCHET MYLETA

.Mais trabalhos

.Espreitadelas

real time stats
REI Coupon Codes

.Traduzir

.A história das Coisas

Terça-feira, 30 de Setembro de 2008

Mãe, é mãe em qq parte do mundo (eheheheh)

 br.youtube.com/watch

 

(em especial para a Estrela na Areia, toca a aprender! (ihihihih))

 

...está lá tudo, absolutamente tudo aquilo com que seringamos a cabeça dos nossos filhos, a partir do primeiro dia de escola. Depois das tréguas de Verão, em que nos obrigamos a algumas variações à lengalenga do costume, é esta a balada que se cantará em casa de qualquer um de nós.

 

Letra:

Levanta-te levanta-se já!, sai da cama e lava a cara, escova os dentes, penteia a tua cabeça ensonada Aqui estão as roupas e os sapatos. Estás a ouvir o que te digo? Levanta-te já! Põe-te em pé e faz a cama. Tens calor? Tens frio? Não me digas que vais sair à rua vestido assim? Onde estão os teus livros, o teu almoço e os teus trabalhos de casa? Traz o teu casaco, as tuas luvas, o teu cachecol e o teu gorro. Não te Esqueças! Tens que dar de comer ao gato. Come o pequeno-almoço, os especialistas dizem que é a refeição mais importante do dia. Toma as vitaminas para ver se cresces e ficas grande e alto e POR FAVOR não te esqueças de que tens consulta no dentista às 3 horas de hoje. Livra-te de faltar à lição de piano, vê lá se praticas durante o dia. Não espalhes a comida no prato. Trinca, mas devagarinho. Despacha-te. O autocarro está a passar. Mas tem cuidado. Anda cá, volta aqui, deixa ver se lavaste bem as orelhas! Brinca lá fora, mas não sejas bruto, não consegues estar quieto? Faz o favor de ser educado, arranja amigos, não te esqueças de dividir as coisas com os outros. Resolve os teus problemas, espera a tua vez, não corras riscos. Despacha-te! Não me obrigues a ir aí. Arruma o quarto, dobra as roupas, põe a tua tralha no sítio. Faz a cama, é para a fazeres agora ou achas que temos o dia todo? Nasceste num celeiro? Preferias palha para o jantar? Ouves uma única palavra do que te digo? Atende o telefone! Desliga o telefone! Não te sentes tão perto, põe o som mais baixo, não quero SMS escritas à mesa. Hoje já não há mais computador! O teu iPod passa a ser o meu iPod se não escutas o que te digo. Onde vais e com quem e a que horas é que julgas que voltas? Dizer obrigada, se faz favor, desculpe, é fundamental para seres bem-vindo em todo o lado. Um dia vais ver que tenho razão, quando fores crescido. Conto os dias até teres filhos teus. Vais-me agradecer os conselhos que te dei. Mas agora agradeço-te que não revires os olhos quando falo. Fecha a boca quando mastigas. Tira uma fatia, talvez duas, dessa carne que detestas. Usa o garfo, não arrotes ou vais para o quarto. Come a comida que te ponho no prato. Tira-me 20 valores no exame, vai à porta, não te armes em esperto comigo! Porta-te bem, vem já para dentro, já estou a contar até três. Arranja emprego, faz-te à vida, não te esqueças do doutoramento. Quero lá saber quem é que começou esta discussão, estás de castigo até aos 36 anos. Conta mas é a história certinha e diz a verdade por uma vez. Se todos os teus amigos se atirassem de uma ponte, também te atiravas? Disse-te agora e disse-te mil vezes antes. Que és crescido demais para reagires como uma criança. Deve ser o ADN do teu pai. Olha para mim quando falo contigo. Endireita as costas quando andas. Um lugar para tudo e tudo tem o seu lugar. Pára de chorar ou dou-te razões para chorares a sério. Oh meu Deus! Lava os dentes, lava a cara, veste o pijama, vai para a cama, dá-me um abraço, reza com a mãe. Não te esqueças de que gosto muito de ti e amanhã fazemos isto tudo outra vez porque o trabalho de uma mãe nunca tem fim. Não precisas de saber porque é, porque, porque, porque, eu digo que é assim, e lembro-te, lembro-te, lembro-te que é assim, porque sou eu que to digo. E eu sou a mãe, a mãe, a mãe, a mãe, a mãe, a mãe,!!!

 


publicado por myleta às 15:06

link do post | comentar | favorito
|

3 comentários:
De cor de Mel a 30 de Setembro de 2008 às 17:34
Ehehehe!!!
Não é que é mesmo assim??
Beijinhos,
Lia.


De inesrnunes@mail.telepac.pt a 2 de Outubro de 2008 às 16:36
Olá Myleta,
o que eu me ri com isto. É exactamente o que acontece lá em casa.
Pode ser que com a Paula consiga ser diferente.
Um post muito bonito. Parabéns pela lembrança.
Beijos
Inês


De myleta a 2 de Outubro de 2008 às 17:38
Naaaaa, tenho a certeza que vai acontecer na casa deles, acontece em todas!!! eheheheheh
São provas, um tanto ao quanto exaustivas, de amor :)


Comentar "myletas"

.myleta

Cf Myleta

Cria o teu cartão de visita

.tags

. todas as tags

.subscrever feeds